Research on Biomedical Engineering
https://rbejournal.org/article/doi/10.4322/rbeb.2012.047
Research on Biomedical Engineering
Original Article

Vitrocerâmico biocompatível aplicado em sistemas de liberação de medicamentos

Biocompatible glassceramic applied in drug release system

Fernandes, Beatriz Luci; Colpo, Julio César; Manffra, Elisangela Ferretti; Nohama, Percy

Downloads: 0
Views: 410

Resumo

A anortita é um material inteligente que se degrada apenas em meio ácido. Este comportamento, juntamente com a sua biocompatibi lidade, é interessante para aplicações clínicas onde a degradação do biomaterial é desejável, como em sistemas de liberação de medicamentos. O objetivo deste trabalho é avaliar a aplicabilidade das cápsulas de anortita como sistemas de liberação de medicamentos, usando L-Dopa mais benserazida como medicamento de teste. Cáp sulas esféricas foram confeccionadas, pesadas, preenchidas com o medicamento, seladas e imersas em solução tampão com pH = 3,5 durante 120 horas, mantida em movimento constante para simular o ambiente corpóreo. No final do ensaio as cápsulas foram esvazia das, lavadas, secas e pesadas novamente. A perda de massa média foi de 0,004 ± 0,001 g, demonstrando a degradação do vitrocerâmi co em meio ácido. Um espectrofotômetro UV/VIS foi usado para medir a quantidade de medicamento liberada na solução, através de amostras coletadas em períodos de 24, 72 e 120 horas após o início do ensaio. O medicamento foi detectado na solução após 24 horas, com concentração crescente até 72 horas, quando a taxa de liberação do medicamento pareceu diminuir. Através das amostras analisadas, foi possível concluir que ocorreu uma liberação contí nua do medicamento através das paredes das cápsulas devido à sua porosidade. Os resultados mostraram a possibilidade de utilização da anortita em sistemas de liberação de medicamentos mantendo a liberação contínua da droga no organismo.

Palavras-chave

Anortita, Sistema de liberação de medicamen tos, Vitrocerâmico inteligente, Biomaterial degradável, Doença de Parkinson.

Abstract

The anorthite is an intelligent material which degrades only in acid medium. This behavior along with its biocompatibil ity is interesting for clinical applications where degradation of a biomaterial is desired, such as in drug delivery systems. The aim of this work is the assessment of the application of anorthite capsules as drug delivery system using L-Dopa plus benserazide as a test drug. Spherical capsules were manufactured, weighted, filled with the drug, sealed and im mersed in buffer solution with pH 3.5 for 120 hours, which was kept in permanent movement to simulate corporeal en vironment. At the end of the test the capsules were emptied, washed, dried and weighted again. The mean weight loss was 0.004 ± 0.001 g, which demonstrates the degradation of the glassceramic in acid environment. An UV / VIS spectro photometer was used to measure the quantity of drug re leased in the solution from samples collected at 24, 72 and 120 hours after the test started. The drug was found in the solution after 24 hours, increasing its concentration until 72 hours when the drug release rate seems to have decreased. From the samples analyzed, it was possible to conclude that a continued release of the drug occurred through the capsule walls due to its porosity. The results showed the possibility of use of the anorthite in drug release system keeping a con tinued liberation of the drug in the organism.

Keywords

Anorthite, Drug delivery system, Intelligent glassceramic, Degradable biomaterial, Parkinson’s disease.
5889fb645d01231a018b45ef rbeb Articles
Links & Downloads

Res. Biomed. Eng.

Share this page
Page Sections