Research on Biomedical Engineering
https://rbejournal.org/article/5889fbb65d01231a018b4766
Research on Biomedical Engineering
Original Article

INSTRUMENTAÇÃO PARA DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE RECUPERAÇÃO DE NÓDULO SINUSAL

INSTRUMENTATION FOR SINUS NODE RECOVERY TIME DETERMINATION

Marques, João Alexandre Lôbo; Bassani, José Wilson Magalhães

Downloads: 0
Views: 293

Resumo

No presente trabalho desenvolvemos um sistema de instrumentaçao de baixo custo para determinação do tempo de recuperação do nódulo sinusal (TENS) em átrio direito isolado de rato. O sistema é constituído por uma unidade isolada de captação/estimulação conectada a um microcomputador dedicado. Com este sistema pode-se efetuar a captação, amplificação, filtragem e processamento do sinal correspondente à atividade elétrica atrial, produzindo a estimulação sincronizada ou não do tecido cardíaco. O sistema possibilita a obtenção do TRNS pelo ·método da estimulação contínua (MI) ou pelo método da estimulação com pulsos prematuros (Mil) e a documentação dos resultados obtidos. Como aplicação determinamos o TRNS in vitro a partir dos métodos MI e MII. Quando estes métodos foram comparados, observamos que o TRNS corrigido (TRNSc = TRNS menos intervalo diastólico espontâneo) dependeu significativamente (p <0,001) do método usado.

Palavras-chave

.

Abstract

In the present work we describe an instrumentation to determine the sinus node recovery time (SNRT) in the isolated rat right atrium. The system is composed of an isolated sensing/stimulation unit, connected to a 8085 Intel microprocessor - based microcomputer. The system performs the sensible, amplification, filtering and signal processing corresponding to the electrical activity, permitting syncronized tissue stimulation. The SNRT may be determined by two methods currently used for clinical sinus node evaluation: continuous pacing method (MI) and the method of stimulation with premature pulses (MI). To illustrate the application of the instrumentation we determined the SNRT in vitro using the methods MI and MII. When these methods were compared we observed that the corrected SNRT(CSNRT = SNRT minus the spontaneous cycle lenght) significantly depended (p< 0,001) on the method used.
5889fbb65d01231a018b4766 ceb Articles
Links & Downloads

Res. Biomed. Eng.

Share this page
Page Sections